(21) 3380-9650 / (11) 4872-8258 comercial@simpax.com.br

A Escala de trabalho é a maneira na qual uma organização gerencia a jornada de trabalho dos seus colaboradores, tendo em vista seu bem-estar e maior produtividade. Ela pode ser alterada de acordo com a necessidade de cada empresa e com os sindicatos envolvidos.

Esse conceito está ligado ao tempo em que o funcionário exerce suas atividades e a sua rotina de horários na empresa. Ou seja, sua entrada, saída e períodos de folga. Sendo assim, esta ideia diz respeito ao tempo em que o profissional atua e fica à disposição da empresa.

A Escala de trabalho e as Relações Trabalhistas

No Brasil, a relação trabalhista é regida pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Seu objetivo é impedir que ocorra abuso nos vínculos trabalhistas e a garantia de condições justas a todos os envolvidos. Segundo as regras da CLT, algumas regras devem ser seguidas:

  • É assegurado ao profissional um descanso semanal de no mínimo vinte e quatro horas consecutivas;
  • Toda escala deve contemplar ao menos um domingo de folga, seja uma vez na semana, seja a cada 7 semanas, dependendo do regime;
  • No trabalho contínuo, cujo período exceda 6 horas, é obrigatório um período para o repouso e alimentação
    de no mínimo uma e no máximo duas horas consecutivas.

Os tipos de Escala de Trabalho

SIMPAX - os tipos de escala de trabalho

A legislação trabalhista determina que a jornada de trabalho máxima é de até 8 horas diárias e 44 horas semanais. No entanto, é possível compensar e separar em turnos de revezamento, ou seja, a atividade pode ser organizada por meio de escalas.

Existem dois tipos de escala de trabalho que são utilizadas nas empresas. As escala são divididas em: escalas de folga e escalas de horário. Esses dois tipos existem para alocar os profissionais no momento certo. É preciso entender o papel de cada uma e compreender porque elas existem.

A Escala de folga é a escala que possibilita separar quais funcionários estarão presentes nos dias certos, de acordo com a necessidade e a rotina da empresa. Só após essa alocação que será possível ajustar os horários de entrada e saída dos profissionais envolvidos.

A Escala de Horário diz respeito a jornada diária dos colaboradores. Ou seja, o período em que o profissional estará em expediente. É necessário combinar de forma correta os dois tipos de escala para obter o melhor desempenho nos horários de pico de sua empresa. Ao estruturar o trabalho em escalas, é possível que uma empresa aumente sua produtividade e um consequente seu desempenho. Veja a seguir as principais escalas de trabalho utilizadas pelas organizações:

Escala de trabalho 5×1

Neste tipo de escala a cada no máximo 5 dias de trabalho o funcionário recebe uma folga. Lembrando que nesta escala o profissional dispõe de um domingo de folga mensalmente. Além disso deve haver acordo ou convenção coletiva de trabalho. Os trabalhadores que mantêm a escala de 5×1, a duração diária de trabalho é de 7 horas e 20 minutos.

Escala de trabalho 5×2

Nesse tipo de escala, a cada 5 dias trabalhados, o colaborador recebe dois dias de folga, sejam eles consecutivos ou intermitentes. As 44 horas semanais são divididas pelos 5 dias trabalhados, fazendo com que a jornada diária acabe sendo de 8 horas e 48 minutos. Vale destacar que trabalhos realizados em domingos e feriados, não compensados, devem ser pagos em dobro, sem prejuízo da remuneração referente ao descanso semanal.

Escala de trabalho 4×2

Neste ciclo, o funcionário realiza suas atividades por 4 dias consecutivos, em turnos de 11 horas e tem 2 dias de folga. Desta forma, em um mês com 30 dias, este colaborador exerce sua função durante 20 dias e folga em 10 deles. Sendo assim, este profissional terá trabalhado em um total de 220 horas mensais e deve ser remunerado com 30 horas extras.

Escala de trabalho 6×1

Neste tipo de escala, a cada 6 dias trabalhados o funcionário deve ter um dia de folga. Ainda para colaboradores que desempenham suas atividades nos fins de semana, existe a obrigatoriedade de a empresa conceder um domingo de folga a cada, no máximo, sete semanas.

Escala de trabalho 6×2

Esse tipo de escala também é conhecido como “Semana Espanhola” e tem suas particularidades. Neste caso a jornada é diferente das demais escalas, isso porque a semana pode chegar a 48 horas de trabalho, já na semana seguinte essa rotina é reduzida a 40 horas semanais, para compensar. A jornada diária neste tipo de escala é de 8 horas trabalhadas.

Escala de trabalho 12×36

Neste ciclo de trabalho, a cada 12 horas trabalhadas o colaborador terá direito a 36 horas de descanso. Esse tipo de escala normalmente é utilizado por profissionais da área da saúde, cujas atividades não podem ser interrompidas. Este tipo de escala é acordada por meio de convenções, mas não possui amparo legal nos tribunais trabalhistas.

Escala de trabalho 18×36

Nesta escala de trabalho o trabalhador mantém uma jornada de 18 horas trabalhadas e folga por 36 horas. Por exemplo, se o profissional trabalhou em uma terça-feira das 8:00 às 20:00, o próximo dia de trabalho será em uma quinta-feira, também das 8:00 às 20:00.

Escala de trabalho 24×48

Na escala de trabalho 24×48, a cada 24 horas trabalhadas o funcionário tem direito a 48 horas para descansar. Escalas desse tipo costumam ser utilizadas por profissionais de segurança. Vale ressaltar a grande dificuldade deste tipo de escala, pois o trabalhador é submetido a um grande período consecutivo de prestação de serviço.

Esteja a par dos acordos e convenções coletivas

convenções coletivas

Seja qual for a jornada escolhida é importante consultar os acordos e convenções para garantir que os colaboradores tenham seus direitos garantidos e em caso de regras diferenciadas, elas sejam aplicadas da forma adequada sem que ocorra nenhum prejuízo. Por isso é importante ressaltar que o descumprimento das regras trabalhistas pode levar a multas severas, impactando as finanças de sua empresa e comprometendo o rumo dos seus negócios.

Conclusão

A escala de trabalho é fundamental para a gestão da jornada nas empresas. Para fazer o controle de sua equipe de forma adequada, separar a rotina equipe em diferentes escalas pode ser uma boa solução.

Fale conosco e saiba como fazer uma boa gestão da jornada em sua empresa. Saiba novas maneiras de elevar a produtividade na sua equipe e torne o controle de jornada mais eficiente na sua instituição.

Pin It on Pinterest

Compartilhe agora!

Publique nas redes sociais!

× Orçamento por WhatsApp